Review Morphe Jeffree Star



Domingos de chuva, a curar uma gripe mas o dia ideal para dar a minha opinião sobre a minha recente compra na Lookfantastic: a paleta da Morphe Jeffree Star.

Confesso que, não sou uma fã incondicional do Jeffree mas sou uma fã incondicional da Morphe. É uma das marcas que não são excessivamente caras mas que cumpre com o expectável a nível de fórmulas. É sempre, um sucesso anunciado.

Dificilmente troco de marcas, raramente quero outras marcas já aquelas com que eu trabalho são boas o suficiente para a execução de um bom trabalho.

(Sim sou uma maquilhadora forreta)


Mas bem, vamos lá para a review:


💄 Primeiramente, a apresentação da embalagem: Rosa. Como uma aluna minha diz “Rosa é vida” e na verdade é uma paleta lindíssima à primeira vista. Com um design simples, leve, fácil de abrir e sobretudo ampla como já vem a ser registo da marca.


💄 Segundo: os tons. Uma paleta versátil que reúne um vasto leque de tons quentes, com excelentes apostas para o Outono e sobretudo fáceis de conjugar. Mesmo para maquilhadores de primeira viagem esta paleta consegue oferecer looks bastante bonitos sem um grande esforço na escolha não sendo sequer necessário o recurso a outras paleta. Uma aposta segura para quem ama destacar realmente o olhar e apostar num bom smokey eyes.


💄 Em terceir lugar e este sim muito importante: as texturas das sombras:

A paleta é composta por 3 texturas: mate, satin e glitter. Embora as texturas mate sejam mais poeirentas e largarem demasiado produto, o facto é que o seu poder de pigmentação é suficientemente forte para trabalhar. É de destacar que os tons mais fortes e mais vivos têm uma certa tendência para manchar a pálpebra, como o caso do verde e do rosa choque, que já foi também algo dessa mesma crítica já na paleta James Charles também da Morphe. No entanto, se a pálpebra for bem preparada com primer e corretor o problema encerra.

Os tons satin são tons seguros, ideias para iluminar o canto interno e arcada de sobrancelha (os mais claros) e os tons mais vivos para destacar a pálpebra móvel.

O tom glitter dourado que acompanha, é talvez o tom mais desnecessário que a paleta traz. A sua consistência não é agradável ao toque e a sua aplicação difícil. Confesso que gostaria antes de ver um outro tom sob outra textura, como por exemplo um tom vermelho já que vem a ser tendência no mundo da maquilhagem.


De uma forma geral, é uma paleta muito boa, aliás como já repeti, sou uma grande fã da Morphe e raramente me desilude. Para aqueles que procuram uma paleta que dê uma amplitude de jogos de cores sem gastarem uma fortuna, esta é uma excelente aposta.


E por aí quem tem? Opiniões?

47 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Setembro... O Regresso

Vou começar este artigo com uma frase mais do que óbvia: 2020 foi um ano atípico. Cercados por uma pandemia que ditou a nossa rotina e o nosso futuro, a palavra resiliência foi a palavra de ordem. Fom

910661470

Avenida Drº Fernando Aroso, 935 4450-662 Leça da Palmeira

  • Facebook
  • Instagram

©2019 por Lia Cardoso Makeup. Orgulhosamente criado com Wix.com